domingo, 20 de junho de 2010

A Família na Luta Racial

"E quanto ao terrorismo? São Paulo disse que era melhor não se casar, mas permanecer solteiro como ele. No entanto, isso não era um mandamento de Deus, mas apenas um conselho. O motivo do qual Paulo escreveu isso era porque no momento ele era um prisioneiro devido às suas atividades religiosas (políticas). Ele estava aconselhando aqueles de seus dias a esperarem o mesmo e não comprometer outros a não ser que estivessem totalmente preparados para compartilhar o mesmo destino. Não se pode esperar ser um revolucionário e não ser aprisionado. Não se pode ser um revolucionário e esperar viver uma existência normal. Isso não exclui a idéia de família, mas a exclui em um senso socialmente aceitável. Famílias também podem ser usadas pelo Sistema como isca ou reféns contra o revolucionário.

"Assim sendo, é provavelmente melhor que um Revolucionário Branco permaneça solteiro - pelo menos nos olhos do Estado - e mulheres que desejem um papel ativo no terrorismo contra o Sistema não podem se dar ao luxo de possuírem filhos dependentes. A moral do movimento deve se adequar à pessoa e às especialidades das operações envolvidas."

- Perry Warthan (National Socialist Liberation Front)

É muito comum nos círculos sociais raciais da falação - especialmente Nacional-Socialistas conservadores sem o menor conhecimento histórico - a superestimação da “família Ariana”. Conceitos como de que "a base do Nacional-Socialismo é a família", "Nacional-Socialistas de respeito são pais ou mães de família" e outras baboseiras do tipo são popularmente disseminadas. Obviamente que não estamos criticando a "instituição" natural e que deveria ser saudável que é a família, mas o seu papel na Luta Racial, o fardo e o risco que ela se torna quando estamos tratando de atividades revolucionárias perigosas, qualquer atividade revolucionária contra a ordem estabelecida, de qualquer caráter.

Um fato de conhecimento comum que os NS modernos parecem esquecer (ou ignorar?) totalmente é que Adolf Hitler jamais teve filhos, ou sequer se casou propriamente. O fato é que Adolf Hitler e seus camaradas Nacional-Socialistas (solteiros) de seus tempos eram revolucionários radicais, o fato é que o NSDAP foi ilegalizado na Alemanha da República de Weimar, o fato é que Mein Kampf foi escrito NA PRISÃO depois de uma tentativa violenta de golpe de Estado em que muitos morreram. Os revolucionários Nacional-Socialistas estavam conscientes da prática revolucionária e eles sabiam que não poderiam correr riscos caso possuíssem uma família e filhos dependentes de sua provisão. Se os NS alemães tivessem todos casados até 1933, nenhuma revolução teria acontecido, nenhum risco teria sido tomado.

Isso sem nem menos levar em conta que uma das grandes causas da indiferença do Branco quanto a nossa situação atual acontece devido ao egoísmo e limitação de suas preocupações com o bem-estar e condições de si próprio e sua família apenas. O que já havíamos chamado de 'casulo social', aonde todo seu mundinho é confinado na rotina mundana diária. Além de que maioria das famílias modernas já começam como um centro de doutrinação politicamente correta que condiciona muitos a traidores raciais. Quase todos os Racistas enfrentam a oposição da própria família às suas idéias raciais. A "família Ariana" moderna está bem longe de ser a base do Nacional-Socialismo, da sociedade Branca ou o que quiserem chamar, mas, em grande parte, uma das causas da decadência e egoísmo perante à Raça Branca.

Quando tratamos de atividades revolucionárias, especialmente de natureza ilegal, estamos lidando com o risco e possibilidade de perseguição e aprisionamento por parte do Estado - as coisas deixam de ser uma brincadeira. A família se torna um empecilho e revolucionários, insurgentes e rebeldes devem estar livres de qualquer vínculo físico ou material com outras pessoas, ou permanecerão fisicamente fixos e vulneráveis. Procriar ou possuir dependentes encerrará suas ações como Lobo Solitátio.

3 comentários:

  1. Simplismente um fato, que chega à ser tabu no meio político da Terceira Via e dos Racistas.
    Muito boa iniciativa de levantar a reflexão sobre esse assunto.

    ResponderExcluir
  2. por favor.
    eu sou negro.
    mas adimero, entendo e sigo o NS e toda sua cosmo visao .
    mas mesmo assim gostaria de saber a opiniao de vcs.
    o NS de verdade é realmente so para brancos,
    ou o NS é para a humanidade independente da cor.?

    ResponderExcluir